Resenha: Lançamento do Coletivo Insônia (28/03)

Quem mora perto do Rock n’ Roll Bar de Samambaia não dormiu no domingo do dia 28 do mês passado. O recém criado Coletivo Insônia, fez do seu primeiro evento a garantia de que a cultura independente da cidade está próxima de ganhar mais espaço.

O primeiro show da noite foi do Desvio Temporário, grupo de Samambaia que define seu som entre o pop punk e o hardcore. A banda apresentou um novo integrante que vestia uma camisa da Scalene e dividiu os vocais com o Wesley McCallister (jornalista, também responsável pelo site brasiliense Vida Candanga).

Desvio Temporário

Executando um repertório de músicas próprias (além de um cover do grupo canadense Silverstein e da banda paulista Granada), o Desvio Temporário levou seu próprio público e permaneceu até o final do evento, inclusive ajudando na cobertura dos outros shows.

Em seguida, subiram ao palco os Biônicos, principal fomentadora do Coletivo Insônia. Formada por Josimar, Cris, Sanderson e Julimar, o grupo executou um show enérgico, formado por canções de refrões grudantes e um repertório  digno do rock alternativo noventista.

Josimar, vocalista do Biônicos

Josimar, vocalista do Biônicos

Os Biônicos já foram elogiados pelo site do Senhor F quando tinham apenas uma demo (a música Não Dá Mais) e já participaram dos pocket shows do Grito Rock realizados pelo Coletivo Esquina. Com a futura solidificação de um cenário na cidade, é uma banda que facilmente transitará em Brasília com a garantia de bons shows.

A próxima a se apresentar foi a banda Firmino, que faz um som voltado pro hardcore, com letras irônicas e bem humoradas, possivelmente com influências daquele pop punk e hc do começo dos anos 00′. A banda aproveitou que fechava a noite e fez o show mais longo, com músicas próprias e alguns covers, contando com a ajuda do público, que se divertiu em dobro na apresentação dos caras.

André Turok, da banda Firmino

André Turok, da banda Firmino

Logo após o evento, o Esquina, Cultcha e Insônia fizeram uma breve reunião sobre o planejamento de cada coletivo e de que maneira todos se ajudarão.

Coletivos de Brasília: Insônia, Cultcha e Esquina

O Insônia pretende realizar um evento mensal no Rock n’ Roll Bar, portanto aos interessados; colem neles! Para conferir o trabalho do Coletivo, acesse o blog http://www.coletivoinsonia.blogspot.com/

Quem mora perto do Rock n' Roll Bar de Samambaia não dormiu no domingo do dia. O recém criado Coletivo Insônia, fez d seu primeiro evento a garantia de que a cultura independente da cidade está próxima de ganhar espaço

O primeiro show da noite foi do Desvio Temporário, grupo de Samambaia que define seu som entre o pop punk e o hardcore. A banda apresentou um novo integrante que vestia uma camisa da Scalene e dividiu os vocais
com o Wesley McCallister (jornalista, também responsável pelo site brasiliense Vida Candanga).

Executando um repertório de músicas próprias (além de um cover do grupo canadense Silverstein e da banda paulista Granada), o Desvio
Temporário levou seu próprio público e permaneceu até o final do evento, inclusive ajudando na cobertura dos outros shows.

Em seguida, subiram ao palco os Biônicos, principal fomentadora do Coletivo Insônia. Formada por Josimar, Cris, Sanderson e
Julimar, o grupo executou um show enérgico, formado por canções de refrões grudantes e um repertório beirando ao powerpop.

Os Biônicos já foram elogiados pelo site do Senhor F quando tinham apenas uma demo (a música "Não Dá Mais") e já participaram dos
pocket shows do Grito Rock realizados pelo Coletivo Esquina. Com a futura solidificação de um cenário na cidade, é uma banda que
facilmente transitará em Brasília com a garantia de bons shows.

A próxima a se apresentar foi a banda Firmino, que faz um som voltado pro hardcore com letras ironicas e bem humoradas, possivelmente com influências daquele pop punk do final dos anos 90 e 2000. A banda aproveitou que fechava a noite e fez o show mais longo, com músicas próprias e alguns covers, contando com a ajuda do público, que se divertiu em dobro na apresentação dos caras.

Logo após o evento, o Esquina, Cultcha e Insônia fizeram uma breve reunião sobre o planejamento de cada coletivo e de que maneira todos se ajudarão. 

O Insônia pretende realizar um evento mensal no Rock n' Roll Bar, portanto aos interessados; colem neles! Para conferir o trabalho do Coletivo, acesse o blog www.coletivoinsonia.blogspot.com

Aqui também tem fotos e resenhas do evento de lançamento.
Anúncios

Sobre Coletivo Esquina
O Coletivo Esquina surgiu voltado para atender o cenário musical indepentente de Brasília e também responder por um dos pontos da cidade vinculados ao Circuito Fora do Eixo.

One Response to Resenha: Lançamento do Coletivo Insônia (28/03)

  1. Sanderson says:

    é nóis!!! let’s rock!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: